Os 4 principais impactos do e-commerce na indústria do varejo

O comportamento de compra dos consumidores mudou e as compras no ambiente digital estão em crescimento constante. Essa nova maneira de comprar é um reflexo dos inúmeros impactos do e-commerce no cotidiano das pessoas e das indústrias de varejo.

Devido a sua grande comodidade e variedade de produtos a um clique de distância, esse tipo de venda vem ganhando cada vez mais espaço, mas isso não quer dizer que as lojas físicas estão com os dias contados.

No post de hoje abordaremos um pouco mais sobre o que é um e-commerce, quais as suas vantagens em relação a uma loja física e como a sua empresa pode começar a vender online. Boa leitura!

O que é um e-commerce?

Também conhecido como loja virtual, o e-commerce é uma plataforma onde uma empresa expõe seus produtos para venda online. É importante ter em mente que ele só pode receber esse nome se os produtos vendidos são de sua própria empresa.

Sites como Mercado Livre e Lojas Americanas, por exemplo, apesar de possuírem características de e-commerce, não podem ser considerados assim, pois eles vendem produtos de outras empresas ou pessoas físicas. São os chamados marketplaces.

Em um marketplace, eles cedem a plataforma para que outros possam anunciar, sendo bastante restrito quanto a autonomia de layout e modificações de sistema. Já um e-commerce permite que você possa realizar diversas personalizações, como no design da página e funcionalidades que você desejar adicionar.

Lembre-se que, para ter sucesso com seu e-commerce, é preciso observar algumas características fundamentais que ele deverá ter, como responsividade, um canal de atendimento, aceitar diversos meios de pagamento e possuir um sistema da avaliação de produtos.

As barreiras de um e-commerce

Atualmente, a principal barreira que uma loja virtual precisa quebrar é a confiança de seu público em seu sistema, pois muitos clientes não se sentem confortáveis para inserir dados pessoais em um website desconhecido.

Outra grande barreira é conseguir visibilidade, afinal, a competição com os marketplaces chega a ser desleal devido ao fato de eles possuírem uma grande quantidade de produtos cadastrados (conteúdo) e os altos investimentos em otimização.

Outra questão que deverá ser observada está relacionada ao sistema logístico de entregas. É preciso contar com um parceiro confiável, que entregue no prazo e que tenha cuidado com as mercadorias, principalmente se seus produtos são mais frágeis.

Apesar desses fatores, criar uma loja virtual é uma excelente opção para todas as empresas que trabalham com vendas. No próximo tópico, abordaremos as principais vantagens de um e-commerce.

Quais os impactos do e-commerce?

Não é à toa que cada vez mais empresas estão investindo na criação de lojas virtuais para alavancar as suas vendas. Por meio delas, é possível alcançar uma gama muito maior de clientes, pois a barreira geográfica é inexistente.

Vamos a mais algumas vantagens de um e-commerce que causam impacto na indústria de varejo:

1. Comodidade

Essa é a maior vantagem de uma loja virtual em relação a uma loja física. Sem precisar se deslocar de sua casa, o cliente seleciona os produtos que deseja e finaliza sua compra. Não existe trânsito, estacionamento e filas, tudo é muito mais prático e cômodo.

2. Disponibilidade

Além de oferecer comodidade aos seus clientes, uma loja virtual nuca fecha. Se alguém quiser comprar uma poltrona às duas horas da manhã, consegue. Tudo o que essa pessoa vai precisar fazer é escolher o produto e realizar o pagamento.

Outro ponto forte é que um e-commerce se torna uma vitrine de seus produtos de maneira permanente, estando acessível para todos os que buscam por eles e a qualquer hora.

3. Comparatibilidade

Com seus produtos publicados na internet, fica muito mais fácil para o consumidor compará-los com outras opções de mercado e optar por aquela que realmente atende às necessidades dele. Se o seu produto é melhor do que o do concorrente, as chances do consumidor optar por ele são grandes.

4. Competitividade

Você já deve ter percebido que um mesmo produto é muito mais barato na loja virtual de uma empresa do que na loja física. Isso se dá pelo custo de manutenção menor que esse tipo de loja demanda. Dessa forma, um dos impactos do e-commerce é o aumento da força competitiva do comércio.

As lojas físicas sumirão?

É fato que uma loja virtual oferece muitas vantagens para uma empresa e que seu custo de manutenção é muito menor, mas isso não significa que as lojas físicas desaparecerão.

Por melhor que seja seu e-commerce, nada substitui a sensação de tocar o produto, sentir o cheiro e as texturas. Outra comodidade que ele não consegue oferecer é a entrega imediata das mercadorias, apesar de existirem diversas estratégias para minimizar o tempo de entrega.

É perfeitamente possível trabalhar com uma loja virtual e uma física de maneira simultânea, fazendo com que elas coexistam em perfeita harmonia.

Um grande exemplo disso é a Magazine Luiza que, em 2015, teve um faturamento de mais de R$ 2 bilhões de reais em sua loja virtual, sem perder nada em suas lojas físicas.

Além dela, podemos citar o Grupo B2W Digital, detentora das marcas Americanas.com, Submarino e Shoptime. O Grupo faturou mais de R$ 10 bilhões em 2015, alcançando o primeiro lugar em vendas nesse ano.

A grande questão é conseguir preparar sua loja física para atender a um público cada vez mais conectado. Não, você não precisa de grandes tecnologias em sua loja, mas pode utilizar, por exemplo, faixas que indiquem a existência do site, oferecer descontos na loja virtual ao comprar na loja física, etc.

Tudo o que você precisa é de um pouco de criatividade. A verdade é uma só, não é possível ficar apenas no ambiente off-line, pois, cada vez mais, o comércio digital está expandindo e quem não investir nele pode até não ter prejuízos, mas, com certeza, perderá grandes oportunidades de venda.

Mas antes de criar um e-commerce, lembre-se que tudo deverá ser devidamente planejado para que não ocorram erros. Nesse momento, contar com uma agência especializada é fundamental.

Agora que você já sabe um pouco mais sobres os impactos do e-commerce no cotidiano das indústrias de varejo, siga nossa página no Facebook e no LinkedIn para ficar por dentro das melhores informações para a sua empresa!

Quer receber as dicas de marketing que estão transformando o mercado? Deixe seu e-mail!